Tento, de uma forma simples e fazendo uso de várias referências, responder a duas questões simples:
O que é empreendedorismo?
O que é ser empreendedor?

Indo um pouco além da explicação existente no site Wikipédia e amplamente reproduzida em diversos sites, tentei fazer um breve histórico do significado de empreendedor até os dias de hoje, para em seguida discutir sobre essas definições.

A palavra empreendedor (entrepreneur) surgiu na França por volta dos séculos XVII e XVIII, com o objetivo de designar aquelas pessoas ousadas que estimulavam o progresso econômico, mediante novas e melhores formas de agir.

Por volta do ano de 1939 foi utilizada juntamente com o conceito de Ciclo econômico criado por Joseph Schumpeter. Schumpeter usou a palavra para designar o empresário que conseguiria lucros extraordinários (acima das médias do mercado) através da sua criatividade.

Em 1970 Kenneth E. Knight e Peter Drucker, expandiram a definição do termo empreendedorismo.

No livro “Empreendedorismo” , dos autores Robert D. Hisrich, Michael Peters e Dean Shepherd consta uma definição muito difundida e aceita que é “empreendedorismo é o processo de criar algo diferente e com valor, dedicando tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as consequentes recompensas da satisfação econômica e pessoal”.

Entretanto o conceito é sutilmente distorcido pela maioria das pessoas, que logo, vinculam a palavra empreendedor a empresário, considera-se empresário “quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para produção ou a circulação de bens ou de serviços” (retirado do Novo Código Civil art. 966). Logo nem todo emprensário é empreendedor e nem todo empreendedor é empresário.

Ser empreendedor é “pensar fora da caixa”, pensar diferente dos outros, ver o que ninguém vê, fazer o que ninguém faz. Motivado única e exclusivamente em fazer a diferença.

Podemos, e devemos, ser empreendedores em todos os momentos de nossas vidas. Procurar soluções, questionar com o intuito de aprender, entender como as coisas funcionam, imaginar maneiras de melhorar o que já existe e realizar o que outros não acreditavam ser possível.

Neste vídeo vemos que atitudes empreendedoras são possíveis de diversas maneiras, um ÓTIMO exemplo disso é o vídeo Pipoca do Valdir

Acreditar que tudo é possível, não é coisa de sonhador é coisa de empreendedor! Faça a diferença, seja Empreendedor!!!
E para você? O que é ser empreendedor?

Anúncios